Importante: Convite a Interessados.

Il Guercino, Atlante che sostiene il globo celeste, 1646 - Cópia
Il Guercino, Atlante che sostiene il globo celeste, 1646.

Ilustre amigo do Professor Mário Ferreira dos Santos: “Ao longo de todos estes anos, após a ausência do nosso professor dentre nós, formou-se a consciência de que havíamos convivido com um extraordinário mestre e amigo, cuja memória e obra filosófica não se podem perder e que incumbe a nós resgatar.

Num tempo em que os estudos escolares não se preocupam com a filosofia humanista, em qualquer nível; num século que passou envolto em lutas ideológicas de cunho nitidamente materialista; no momento em que a cultura eminente centra-se no efêmero, no superficial, no emotivo, no consumível; no instante em que o homem parece, mais do que em outros tempos, buscar desesperadamente suporte para suas angústias, dúvidas e incertezas, desorientado por tantos sinais contrários, é tempo de resgatarmos as figuras modelares, sobretudo daqueles que moldaram e fecundaram as mentes de tantos discípulos, lançando-lhes sementes de verdade, autenticidade intelectual, certeza e maturidade filosófica.

Despontam hoje fortes exigências apontando para este empenho reabilitador da imensa obra filosófica pedagógica e cultural de Mário Ferreira dos Santos, já iniciada com a edição de “Pitágoras e o Tema do Número”, “O Evangelho de São João”, e outros a vir à luz.

Urgem os tempos! Entendemos que a reedição de seus principais livros e a edição dos inéditos será obra de tantos anos que muitos não sobreviverão à tarefa.

Tempus fugit! Se desejamos nos firmar neste anseio e propósito, urge que nos associemos em torno à idéia comum e busquemos medidas e instrumentos para abrir ao grande público o inestimável tesouro da Filosofia Concreta de Mário Ferreira dos Santos, com toda sua alargada abrangência às matérias correlatas.

Houvesse uma só Editora, com esse hercúleo propósito, passaríamos décadas esperando, mas se nos empenharmos em editar várias obras em tantas outras editoras, a floração dos livros do mestre seria mais abundante.

A idéia central é, pois, fundar uma “Associação de Amigos Mário Ferreira dos Santos” (ou o que melhor for sugerido) para orientar, suportar e dar continuidade aos trabalhos preparatórios de revisão e atualização dos livros publicados e os inéditos, visando, em curto tempo, editá-los ao grande público que ainda aguarda sua obra.

Saudamos aos amigos, conhecidos ou não ainda, mas formando desde já a grande família de discípulos e amigos do ilustre Prof. Mário Ferreira dos Santos, solicitando que se manifestem e opinem conforme documento.

Yolanda Lhulier dos Santos; Nadiedja dos Santos Galvão; Carlos Aurélio Mota de Souza.
Anúncios

Mário Ferreira dos Santos – “A minha luta é esta…”

Mário Ferreira dos Santos
Mário Ferreira dos Santos & Yolanda Duro Lhullier Av. São João, SP.

Mario Ferreira dos Santos: “A minha luta é esta, dar solução aos inúmeros problemas vitais brasileiros da atualidade, porque a heterogeneidade de idéias e posições facilita a de soluções, das quais muitas não são adequadas às necessidades do Brasil. O tema é vasto e exigiria um trabalho especial.” […]

“ Então, o que nos cabe fazer é orientar a juventude brasileira, dar-lhe suficiente sabedoria: clara, positiva, concreta, de modo a imunizá-la contra as tendências niilistas, para que possa pôr a sua capacidade de ação e de idealismo em algo concreto que beneficie o país. Fora disso, nada dará RESULTADO”. […]

Fontes: LADUSÃNS, S. Rumos da filosofia atual no Brasil, São Paulo, Loyola, 1976, pp. 407-428.

Mário Ferreira dos Santos – Filosofia Concreta Página. 

Mário Ferreira dos Santos – Convite à Filosofia e à Historia da Filosofia.

Rafael Sanzio, Escola de Atenas - Mário Ferreira dos Santos, Mario Ferreira dos Santos.

Convite à Filosofia e à Historia da Filosofia, Mário Ferreira dos Santos.

Em suas longas e demoradas especulações através dos seculos tem o homem constantemente perguntado.

E as respostas as magnas e as mais importantes perguntas, levaram-no a formular outras que se muitas vêzes levaram a satisfazer alguns, não satisfazem a todos e, por sua vez,  provocam novas perguntas.

Perguntou o homem, sôbre si mesmo: Quem sou? De onde vim? A Antropologia procura responder a essa pergunta. E a cosmologia,  que estuda a ordem do cosmos, procura responder-lhe sôbre a origem dêste, de onde veio, qual o primeiro principio.

E vem a Teologia, ciência das coisas divinas, para discutir as razoes e motivos a favor ou a desfavor da crença de Deus, o ser criador.

E se Deus existe, por que o Bem e o Mal? Por que não é diferente o Mundo?

E dessas perguntas, outra disciplina, a Teodicéia (De theos, Deus, e Dikê, Justiça, em grego) é a quem cabe responder se há ou não justiça no mundo. 

E como Sabemos? E vem a Gnosiologia para nos explicar -nos o conhecimento. 

Como se dá o saber Culto? E eis a Epistemologia, que estuda o saber nas diversas ciências.

E como formou o Homem sua inteligencia? E eis a Psicogênese, que lhe ensinará e discutirá os problemas referentes à formação do psiquismo humano.

E o Espirito Humano, que é criador, como surgiu? E sobre esse espirito criador  surge outra disciplina, a Noogênese, que estuda a gênese do NOUS, o espirito, e, finalmente a Noologia, a ciência do Espirito.

E como funciona o Psiquismo? E eis a Psicologia, que se encarrega de propôr respostas às perguntas formuladas aqui.

Mas, … Significam as coisas algo, … dizem mais do que o Fenomênico? E eis a Simbólica, que examina as significações das coisas.

E há algo mais oculto, que possamos penetrar mais profundamente? E eis aMistica, que quer responder a essas perguntas.

E as coisas que são Belas, apresentam em si algo que lhes dê outro valor? E então é a Estética que estudará esse ponto.

E o transcendente? Podemos alcançar o que esta além de nós, além da nossa experiencia?

E eis a Metafisica Geral, eis a Ontologia, para responder-lhe a tais perguntas.

E como se dão os Fatos no Universo? E temos a Ciência, que procura explicar o nexo do acontecer dentro de si mesmo, em sua imanência, no que MANA EM, dentro de si, nas coisas experimentáveis.

E como medir os Fatos e Conta-los? E surge a Matemática.

E como compreender o Homem em suas relações com os outros? E a Ética, aMoral, A História e a Sociologia propõem-lhes respostas.

E como compreender os nexos dos pensamentos e usá-los da melhor maneira para  atingir uma iluminação, que nos mostre mais nitidamente os fatos? E eis a a Logica e a Dialéctica.

E como explicar tudo isso, dar nexo a tudo, juntar todo conhecimento Humano, e analisá-lo em um grande corpo, num grande saber, que seja o saber de tudo, que seja o saber dos saberes, e eis…

…A Filosofia!